Como serão os escritórios pós-isolamento?

home > Índice de Mundo Facility > Conteúdo
 

Como serão os escritórios pós-isolamento?

CEOs, presidentes e líderes de mais de 400 empresas falam sobre retomada econômica e transformações nos ambientes de trabalho


Sentindo a necessidade de refletir junto às empresas como será a volta para os escritórios e, sobretudo, como criar ambientes seguros e acolhedores que possam receber as pessoas, a Athié Wohnrath - com mais de 25 anos no mercado de arquitetura, engenharia e construção - convidou CEOs, presidentes e líderes de mais de 400 empresas a participarem de uma pesquisa sobre o impacto do novo coronavírus nos negócios, previsão de retomadas econômicas e uma série de transformações nos escritórios.

A companhia também organizou uma cartilha que trata de ajustes que podem ser implementados nos escritórios em dois momentos distintos. O primeiro, que eles chamaram de RETOMAR, vai desde o fim do isolamento social até a disponibilização de uma vacina contra a Covid-19. O segundo, que denominam RESSIGNIFICAR, abrange o momento mais de longo prazo, em que ainda sofreremos os impactos emocionais do primeiro momento, porém com a tranquilidade e a segurança de não sermos mais contaminados.

"Hoje, verificamos que a discussão em torno do home office ganha uma nova dimensão, mas este tema não pode ser tratado apenas a partir da experiência que estamos vivenciando agora. Ao pesquisarmos o ponto de vista dos colaboradores, constatamos que muitos sentem falta da infraestrutura do escritório, de uma comunicação mais integrada e da relação com os colegas. Sob o ponto de vista dos empresários é fundamental lembrar que o escritório é o local onde a empresa transfere sua cultura, seus valores e cria condições propícias para o engajamento dos colaboradores", fala o CEO Ivo Wohnrath.

Outra consideração a se pensar é a ausência de um ambiente adequado no home office na casa dos colaboradores: muitos não contam com o espaço indicado, cadeira, mesa, iluminação e até conexão apropriadas para uma performance de excelência - sem falar na interferência da dinâmica dos outros moradores.

Na cartilha a Athié Wohnrath traz alguns insights e sugestões de ações concretas que podem ser adotadas - a partir de agora - para minimizar os impactos e auxiliar nessa transição, quando muitos colaboradores terão como expectativa encontrar espaços mais acolhedores, aspiracionais e principalmente mais seguros sob o ponto de vista de saúde e higiene em suas empresas. Sem falar em disponibilização de tecnologias que estimulem a contínua exploração de reuniões virtuais de alta performance.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR O ESTUDO COMPLETO.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Aproveite para compartilhar conosco o que achou do teor deste conteúdo. Nossa equipe e o mercado querem ouvir a sua opinião. Vamos lá?

Faça uma busca

Acontece

Sugestão da redação

A gestão de shopping centers como investimento promissor

Entenda como Mia Stark, CEO da Gazit Brasil, foi capaz de transformar um negócio desacreditado em bem-sucedido, conquistando o título de empresa unicórnio

Entre Nós

Deixar este editorial diferente pela primeira vez, em 21 anos...

O sabor da inovação no food service

Com aproximadamente 4 anos de existência, mercado de Food Service investe em cozinhas coletivas e restaurantes virtuais para expansão dos serviços de delivery de comida

Estudo Global de Tendências de Talentos 2020

Mercer identifica quatro tendências para as empresas "vencerem com empatia" num ambiente de mudanças rápidas na forma como trabalhamos

Matérias líderes de audiência

A gestão de shopping centers como investimento promissor

Entenda como Mia Stark, CEO da Gazit Brasil, foi capaz de transformar um negócio desacreditado em bem-sucedido, conquistando o título de empresa unicórnio

Entre Nós

Deixar este editorial diferente pela primeira vez, em 21 anos...

O sabor da inovação no food service

Com aproximadamente 4 anos de existência, mercado de Food Service investe em cozinhas coletivas e restaurantes virtuais para expansão dos serviços de delivery de comida

Estudo Global de Tendências de Talentos 2020

Mercer identifica quatro tendências para as empresas "vencerem com empatia" num ambiente de mudanças rápidas na forma como trabalhamos