Participe do InfraFM Hospitais
 

Legado para os brasileiros e para o planeta

Diretor Executivo do Centro de Serviços Compartilhados da Globo compartilha insights sobre inovação.

Por Mauricio Gonzalez

Legado para os brasileiros e para o planeta

A indústria de mídia tem evoluído numa velocidade acelerada. Impulsionada pela transformação tecnológica e pelas mudanças nos hábitos de consumo de conteúdo, o audiovisual é impactado por constantes revoluções como a inteligência artificial, o marketing de influência e o novo padrão digital da TV 3.0, que ainda vai mexer profundamente com a maneira de assistir TV no país. Os consumidores estão conectados em diversas plataformas, e o setor de comunicação e entretenimento segue reinventando suas formas de fazer e distribuir conteúdo.

Pessoalmente, essas transformações têm sido desafiadoras e inspiradoras na mesma medida. Principalmente pela possibilidade de acompanhar, de perto, a evolução da Globo. A partir do projeto ‘Uma Só Globo’, quando nos tornamos uma mediatech, passamos a ter a inovação tecnológica como um pilar transversal em todas as frentes de negócios, ampliando nossas entregas e soluções. A inauguração do Módulo de Gravação 4, o mais moderno complexo de produção dos Estúdios Globo, em 2019, é parte dessa jornada. Um momento especial para minha carreira.

Inovador, o MG4 levou cinco anos para ser concluído e transformou a capacidade de produção de conteúdo da Globo, principalmente em dramaturgia. Buscamos referências internacionais para entender o que de melhor havia nos grandes estúdios globais. Desenhamos um estudo completo com o envolvimento das equipes artísticas, de tecnologia, de produção e de infraestrutura. A construção da obra consumiu 18 meses, exigindo investimentos de mais de R$ 200 milhões. Após a conclusão, aumentamos a capacidade de produção em 56%, tornando os Estúdios Globo o maior complexo de estúdios da América Latina. São três novos estúdios no MG4, com 1.500 metros quadrados cada um, em que é possível acomodar até um avião Boeing 737.

Do ponto de vista tecnológico, a infraestrutura do MG4 possui apenas equipamentos sem fio, eliminando cabos de câmeras e microfones. A conexão “wireless” permite que imagens captadas em um estúdio sejam enviadas para a ilha de edição com marcações prévias que facilitam o trabalho de artistas e técnicos. As instalações estão aptas aos formatos 4K (de altíssima definição) e 4K HDR, além de outros que venham a ser desenvolvidos no futuro.

Em tempos pautados pela agenda ESG, é um orgulho dizer que há cinco anos este megaempreendimento já nasceu sustentável: 100% da energia é proveniente de fontes renováveis, com uma planta solar em sua cobertura; iluminação 100% de LED e sistema de ar-condicionado que consome menos energia. Além disso, possui sistema de captação de água de chuva, coleta seletiva de lixo e central de gestão de resíduos anexa ao complexo. 

 Desde os primeiros dias do projeto até a sua conclusão, cada etapa do processo foi uma oportunidade para aprender, crescer e contribuir para algo maior. Mais do que um marco na história da Globo, o MG4 é um testemunho do poder transformador da indústria de mídia. Ao unir excelência tecnológica, inovação e compromisso com o meio ambiente, estamos ajudando a moldar não apenas o futuro do entretenimento, mas também o futuro do nosso planeta. E saber que fizemos parte dessa jornada, deixando um legado duradouro para as gerações futuras, é uma realização pessoal que não tem preço.

Vivemos de contar histórias, que impactam, emocionam e retratam a pluralidade do país, pautando conversas e estimulando o debate junto a uma audiência de milhões de brasileiros diariamente. E é ainda mais gratificante quando elas ganham vida em projetos que mostram como é possível atuar de forma sustentável na nossa indústria audiovisual. Estamos ansiosos e preparados para o que o futuro nos reserva.


Veja também

Conteúdos que gostaríamos de sugerir para a sua leitura.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Faça uma busca


Tendências de ESG em Hospitais

Mais lidas da semana

Operações

Cinco passos para humanizar a gestão de terceirizados

Wellington Idalino da Silva, coordenador de manutenção e professor de Facilities Management, explora benefícios da gestão mais estratégica e humanizada.

Workplace

Como Mercado Livre reinventou espaço de trabalho com conceito híbrido

Manager of Real Estate da empresa compartilha detalhes da reforma da Melicidade.

Operações

Método de incorporação dos critérios ESG nos processos decisórios

Apesar de convergências, ainda não há consenso sobre o que priorizar nos critérios de ESG. Leia o segundo artigo da série "A corda bamba do ESG.

Mercado

Conheça como a Toyota revoluciona área de Facilities Management

Nova Head de Facilities da multinacional fala sobre cases da carreira e novos desafios.

Sugestões da Redação

Revista InfraFM

Legado para os brasileiros e para o planeta

Diretor Executivo do Centro de Serviços Compartilhados da Globo compartilha insights sobre inovação.

Revista InfraFM

Center Norte investe em expansão, novas tecnologias e certificação ISO 41001

Em entrevista exclusiva, equipe de Facilities Management e de Projetos da Cidade Center Norte fala sobre desafios do processo de modernização.

Revista InfraFM

Por qual ângulo devemos enxergar as fazendas verticais?

Conceito chamou a atenção na metade da década passada, mas a empolgação vingou?

Revista InfraFM

Novo escritório da Sabesp aposta em espaços abertos e integrados

Saiba como o projeto atende novas demandas, com espaços para descompressão, reuniões rápidas e informais.

 
Dúvidas sobre os EVENTOS?
Fale com a nossa equipe pelo WhatsAPP