Participe do InfraFM Hospitais
 

Cacau Show entra no mercado de parques temáticos

Aquisição posiciona empresa em setor ascendente.

Por Mateus Murozaki

Cacau Show entra no mercado de parques

Foto: Canva.com/jana_lsb0

Em busca de expandir seu negócio para mercados em que ainda não tem participação marcante, a Cacau Show anunciou em fevereiro a compra do Grupo Playcenter, conhecido como um dos mais tradicionais no setor de parques de diversão.

A aquisição vai ao encontro de outros investimentos da Cacau Show: a franquia recentemente inaugurou uma megastore em Itapevi que conta com uma montanha-russa, um carrossel e um “trem-cinema”, além de um resort em Campos do Jordão, com uma segunda unidade sendo construída em Águas de Lindóia. Além disso, há a intenção de construir um parque de 2 bilhões de reais na cidade de Itu.

O valor da transação ainda não foi revelado. A compra dos ativos adiciona ao portfólio da Cacau Show não apenas o parque outdoor Playcenter, desativado desde 2012, mas também a marca Playland, centros de entretenimento presentes em diversos shopping centers ao redor do Brasil.

Alexandre Costa, CEO da empresa, comenta que “se os primeiros 35 anos da nossa história foram sobre a nossa paixão pelo cacau, os próximos 35 anos serão também sobre o show”. O empresário aponta que, além de uma empresa de experiências, a decisão de parar de vender seus produtos para supermercados e focar nas próprias lojas é um exemplo disso.

Mercado de parques no Brasil

O setor de parques, atrações turísticas e entretenimento no Brasil está em um crescimento estável. De acordo com dados do Panorama Setorial desenvolvido em conjunto pela Sindepat, Adibra e Noctua, o valor acumulado de investimentos feitos para 97 empreendimentos novos é de R$9,5 bilhões, totalizando R$15,5 bilhões em investimento total. Tais empreendimentos foram todos identificados no ano passado, apontando para um crescimento considerável do setor no pós-pandemia. O número identificado em 2023 foi de 755.

No ano passado, a estimativa é de mais de 180 mil empregos entre diretos, terceiros e indiretos; mais de 128 milhões de visitantes e mais de R$8,2 bilhões em faturamento. A área de Atração Turística é a que mais faturou no meio, representando 22,1% do total, com os FECs (centros de entretenimento familiares que oferecem atividades indoor) em segundo lugar, atingindo 21,6%, e os parques de diversão ou temáticos com 18,9%.

Tendo em vista tais números, não é de se espantar que o interesse de Alexandre Costa em se inserir nesse mercado com a Cacau Show. Por ora, não existem planos concretos sobre o que será feito com a marca Playcenter, mas o empreendedor já expressou a vontade de reabrir o parque outdoor fechado em 2012.


Veja também

Conteúdos que gostaríamos de sugerir para a sua leitura.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Faça uma busca


Tendências de ESG em Hospitais

Mais lidas da semana

Operações

Cinco passos para humanizar a gestão de terceirizados

Wellington Idalino da Silva, coordenador de manutenção e professor de Facilities Management, explora benefícios da gestão mais estratégica e humanizada.

Workplace

Como Mercado Livre reinventou espaço de trabalho com conceito híbrido

Manager of Real Estate da empresa compartilha detalhes da reforma da Melicidade.

Operações

Método de incorporação dos critérios ESG nos processos decisórios

Apesar de convergências, ainda não há consenso sobre o que priorizar nos critérios de ESG. Leia o segundo artigo da série "A corda bamba do ESG.

Mercado

Conheça como a Toyota revoluciona área de Facilities Management

Nova Head de Facilities da multinacional fala sobre cases da carreira e novos desafios.

Sugestões da Redação

Revista InfraFM

Legado para os brasileiros e para o planeta

Diretor Executivo do Centro de Serviços Compartilhados da Globo compartilha insights sobre inovação.

Revista InfraFM

Center Norte investe em expansão, novas tecnologias e certificação ISO 41001

Em entrevista exclusiva, equipe de Facilities Management e de Projetos da Cidade Center Norte fala sobre desafios do processo de modernização.

Revista InfraFM

Por qual ângulo devemos enxergar as fazendas verticais?

Conceito chamou a atenção na metade da década passada, mas a empolgação vingou?

Revista InfraFM

Novo escritório da Sabesp aposta em espaços abertos e integrados

Saiba como o projeto atende novas demandas, com espaços para descompressão, reuniões rápidas e informais.

 
Dúvidas sobre os EVENTOS?
Fale com a nossa equipe pelo WhatsAPP