Gestão de Portfólio Imobiliário
 

Retorno ao presencial com escolha do horário do expediente?

Confira o nível de satisfação com o modelo híbrido ao redor do mundo, segundo pesquisa realizada pela Sodexo On-site.

Por Natalia Gonçalves

Dois a cada dez funcionários retornariam ao presencial com possibilidade de escolher horário do expediente

Foto: Canva.com/ Instaphotos


Desde a pandemia da Covid-19, ocorre a discussão sobre a ressignificação dos espaços de trabalho. Durante o lockdown, o maior desafio dos profissionais de Facility Management era acomodar os colaboradores em home office. Atualmente, com o retorno ao presencial e a adoção do modelo híbrido, o desafio está em tornar os escritórios atraentes e repensar a ocupação desses espaços.

De acordo com a pesquisa realizada pela Sodexo On-site, 31% dos clientes internos entendem o conforto no ambiente de trabalho como fundamental para intensificar as atividades presenciais na empresa. O estudo, chamado “A Experiência da Vida no Trabalho”, entrevistou 5.595 profissionais que atuam em empresas de diferentes setores, em seis países: França, Reino Unido, Estados Unidos, Brasil, China e Índia.

Ainda segundo o estudo, quase 70% dos entrevistados brasileiros estão satisfeitos com o modelo híbrido, sendo este número acima da média mundial (64%). Além disso, os entrevistados apresentaram a disposição para aumentar a presença no escritório, caso as empresas estiverem dispostas a oferecer:

- Flexibilidade;
- Ambientes mais confortáveis que favoreçam a troca e o aprendizado com colegas; 
- Espaços que permitam a concentração e serviços de alimentação.

Quais são os fatores determinantes para o retorno ao presencial?

No Brasil, 54% dos participantes da pesquisa adotam o modelo híbrido de trabalho, com média de dois dias por semana em home office. Um fator determinante para o retorno ao presencial, segundo 31% dos entrevistados, seria a criação de ambientes mais confortáveis, incluindo estações de trabalho ergonômicas, qualidade do ar, temperatura e iluminação adequadas.

Outros motivos levantados:

- 29% anseiam por melhores equipamentos e serviços de TI como boa conexão à internet, impressoras, tela de computador; 
- 22% esperam por áreas silenciosas para foco em atividades individuais; 
- 21% retornariam se pudessem escolher o horário do expediente; 
- 18% se soubessem quais colegas trabalhos estarão presentes;
- 14% se o transporte e a alimentação fossem gratuitos ou subsidiados. 


Por que investir em soluções customizadas?

Para Danielle Totti, vice-presidente de estratégia, marketing, comercial e performance da Sodexo On-site, as pessoas estão mais dispostas a irem presencialmente aos locais de trabalho, mas para continuar atraindo os profissionais, as empresas precisam proporcionar experiências de alto nível em relação a estrutura física, que favoreçam a colaboração, a socialização e o foco.

“As soluções que atendem às necessidades reais dos negócios e, ao mesmo tempo, ajudam a aprimorar a conexão, a produtividade e o bem-estar das pessoas durante a sua jornada dentro da empresa são diferenciais importantes diante das novas configurações do mundo do trabalho, além de contribuir para aumentar o engajamento e a permanência dos talentos junto aos seus empregadores”, afirma Totti.

Os resultados do estudo “A Experiência da Vida no Trabalho” indicam novas prioridades em termos de ambiente de trabalho. Desta forma, as empresas que oferecem serviços de alimentação e Facilities têm levado soluções customizadas às necessidades de cada perfil de negócio e público que, além relevantes para as empresas cuidam doa talentos, fortalecem a cultura organizacional.  


Veja também

Conteúdos que gostaríamos de sugerir para a sua leitura.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Faça uma busca


Rafael Denardin

Mais lidas da semana

Operações

Como a indústria pode se beneficiar das novas tecnologias?

Facility Managers da Bosch e Eurofarma compartilham cases de otimização e eficiência energética no RL Conecta.

Carreira

Nova especialista em FM da Raízen começou a carreira em alimentação

Conheça a trajetória de Aline Cardoso Amá e garanta insights sobre transição de carreira.

UrbanFM

Por que pensar na experiência do usuário? De biblioteca a planejamento urbano

Como arquitetura impacta o comportamento humano para além das paredes dos prédios. Garanta insights sobre projetos personalizados e criação de espaços urbanos de alta qualidade.

Operações

Como um pequeno dispositivo pode acabar com ruídos operacionais e prever afastamentos

Novas soluções podem revolucionar o mercado de Facilities Services.

Sugestões da Redação

Revista InfraFM

25 anos de inovação em FM e minha caminhada com a InfraFM

Aleksander Correa Gomes, Facility Manager na IBM, compartilha como entrou para o universo de FM.

Revista InfraFM

Um caminho gratificante e desafiador em 24 anos na CBRE

Alessandro do Carmo, General Director na CBRE, compartilha desafios da jornada de mais de duas décadas em multinacional.

Revista InfraFM

O Facilities Management como meio de cuidado e de segurança aos pacientes

Alexandre Abdo Agamme, gerente de Infraestrutura do Hospital Edmundo Vasconcelos, fala sobre experiência no segmento hospitalar.

Revista InfraFM

Como a escuta ativa das equipes eleva o desempenho de FM acima dos números

Ana Paula Cassago, especialista em Facility e Workplace Management na JLL, destaca importância da formação de lideranças no setor.

 
Dúvidas sobre os EVENTOS?
Fale com a nossa equipe pelo WhatsAPP