Participe do InfraFM Hospitais
 

Cushman & Wakefield é nomeada como “melhor empresa de serviços imobiliários da América Latina” por publicação inglesa

Resultado da pesquisa da Euronomoney indicou, pelo quarto ano seguido, a empresa como a melhor do setor no continente. O que a torna tão especial?

Por Mateus Murozaki

Cushman & Wakefield Sistema de Rádios

Foto: Divulgação

A pesquisa Real Estate, realizada anualmente pela Euromoney, divulgou seus resultados em julho. Pelo quarto ano consecutivo, a Cushman & Wakefield foi considerada a melhor empresa de serviços imobiliários da América Latina, assim como a melhor do Brasil pelo segundo ano consecutivo.

O CEO na América do Sul da empresa, Herman Faigenbaum, afirmou que o reconhecimento é, simultaneamente, uma honra e um incentivo para estar mais alerta aos níveis de qualidade que esperam da Cushman & Wakefield: “Este tipo de reconhecimento é uma honra e um orgulho para toda a equipe e, ao mesmo tempo, um desafio que nos impulsiona a continuar a fazer o nosso melhor. Manter os elevados padrões de qualidade e excelência neste mercado é um trabalho constante e focado.”

Na América Latina, há quase 30 anos, a Cushman & Wakefield é uma das grandes referências no mercado imobiliário do continente. Ao longo de seus mais de 100 anos de existência, a multinacional se expandiu para 60 países diferentes em 5 continentes e, hoje, apresentou uma receita líquida de 10,1 bilhões de dólares.

O time latino-americano é guiado pela inovação, como aponta o próprio Faigenbaum, e um dos fatores que os levaram a ser honrados novamente este ano foi o “Sistema de Raios”, que proporciona um novo olhar e avaliação do mercado logístico e das oportunidades que podem surgir para empresas e investidores. O sistema já foi implementado na Argentina, Peru, Chile, Colômbia e, em breve, será implementado também no Brasil.

Ainda comentando sobre o assunto, o CEO apontou que, apesar de a tecnologia ser sim um fator importante, a verdadeira inovação vem da colaboração, troca de ideias com colegas e pares e pela forma como a empresa faz as análises de dados e propõe soluções, pois isso aumenta a perspectiva tanto dos profissionais individuais quanto da organização como um todo.

Inovação e sustentabilidade

Papel fundamental para o reconhecimento da Cushman & Wakefield, o ESG da empresa é um dos focos que os levaram a um status de pilar mundialmente. “Globalmente, a Cushman & Wakefield gerencia e oferece serviços de sustentabilidade para mais de 38 mil edifícios e cerca de 860 milhões de m² de espaço corporativo, o que realça a importância de envolver clientes e parceiros em objetivos e ações de mitigação de impacto ambiental. Um dado a destacar é que a energia renovável já representa 48% de todas as fontes elétricas em suas operações em todo o mundo”, afirma Faigenbaum.

No Brasil, as equipes de engenharia mapearam edifícios que são grandes consumidores de eletricidade com a finalidade de criar oportunidades para fontes de energia renováveis, afim de reduzir consumo e custos. Os projetos aprovados pelos proprietários representam uma economia de aproximadamente 2.100 MWh/ano e uma redução nas contas de energia de aproximadamente USD 2.800.000/ano nos 10 edifícios mapeados.

Em termos de equidade de gênero e inclusão, a empresa continua a trabalhar em prol da diversidade, com um salto na porcentagem de mulheres em postos executivos no nível mundial de 22% para 44%, enquanto que a porcentagem na direção cresceu de 41% para 44% entre 2021 e 2022. Em 2020, a empresa foi nomeada pela Forbes como “uma das melhores empresas para mulheres”.


Veja também

Conteúdos que gostaríamos de sugerir para a sua leitura.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Faça uma busca


Tendências de ESG em Hospitais

Mais lidas da semana

Operações

Cinco passos para humanizar a gestão de terceirizados

Wellington Idalino da Silva, coordenador de manutenção e professor de Facilities Management, explora benefícios da gestão mais estratégica e humanizada.

Workplace

Como Mercado Livre reinventou espaço de trabalho com conceito híbrido

Manager of Real Estate da empresa compartilha detalhes da reforma da Melicidade.

Operações

Método de incorporação dos critérios ESG nos processos decisórios

Apesar de convergências, ainda não há consenso sobre o que priorizar nos critérios de ESG. Leia o segundo artigo da série "A corda bamba do ESG.

Mercado

Conheça como a Toyota revoluciona área de Facilities Management

Nova Head de Facilities da multinacional fala sobre cases da carreira e novos desafios.

Sugestões da Redação

Revista InfraFM

Legado para os brasileiros e para o planeta

Diretor Executivo do Centro de Serviços Compartilhados da Globo compartilha insights sobre inovação.

Revista InfraFM

Center Norte investe em expansão, novas tecnologias e certificação ISO 41001

Em entrevista exclusiva, equipe de Facilities Management e de Projetos da Cidade Center Norte fala sobre desafios do processo de modernização.

Revista InfraFM

Por qual ângulo devemos enxergar as fazendas verticais?

Conceito chamou a atenção na metade da década passada, mas a empolgação vingou?

Revista InfraFM

Novo escritório da Sabesp aposta em espaços abertos e integrados

Saiba como o projeto atende novas demandas, com espaços para descompressão, reuniões rápidas e informais.

 
Dúvidas sobre os EVENTOS?
Fale com a nossa equipe pelo WhatsAPP