Banner Expo 3 razões
 

Cushman & Wakefield é nomeada como “melhor empresa de serviços imobiliários da América Latina” por publicação inglesa

Resultado da pesquisa da Euronomoney indicou, pelo quarto ano seguido, a empresa como a melhor do setor no continente. O que a torna tão especial?

Por Mateus Murozaki

Cushman & Wakefield Sistema de Rádios

Foto: Divulgação

A pesquisa Real Estate, realizada anualmente pela Euromoney, divulgou seus resultados em julho. Pelo quarto ano consecutivo, a Cushman & Wakefield foi considerada a melhor empresa de serviços imobiliários da América Latina, assim como a melhor do Brasil pelo segundo ano consecutivo.

O CEO na América do Sul da empresa, Herman Faigenbaum, afirmou que o reconhecimento é, simultaneamente, uma honra e um incentivo para estar mais alerta aos níveis de qualidade que esperam da Cushman & Wakefield: “Este tipo de reconhecimento é uma honra e um orgulho para toda a equipe e, ao mesmo tempo, um desafio que nos impulsiona a continuar a fazer o nosso melhor. Manter os elevados padrões de qualidade e excelência neste mercado é um trabalho constante e focado.”

Na América Latina, há quase 30 anos, a Cushman & Wakefield é uma das grandes referências no mercado imobiliário do continente. Ao longo de seus mais de 100 anos de existência, a multinacional se expandiu para 60 países diferentes em 5 continentes e, hoje, apresentou uma receita líquida de 10,1 bilhões de dólares.

O time latino-americano é guiado pela inovação, como aponta o próprio Faigenbaum, e um dos fatores que os levaram a ser honrados novamente este ano foi o “Sistema de Raios”, que proporciona um novo olhar e avaliação do mercado logístico e das oportunidades que podem surgir para empresas e investidores. O sistema já foi implementado na Argentina, Peru, Chile, Colômbia e, em breve, será implementado também no Brasil.

Ainda comentando sobre o assunto, o CEO apontou que, apesar de a tecnologia ser sim um fator importante, a verdadeira inovação vem da colaboração, troca de ideias com colegas e pares e pela forma como a empresa faz as análises de dados e propõe soluções, pois isso aumenta a perspectiva tanto dos profissionais individuais quanto da organização como um todo.

Inovação e sustentabilidade

Papel fundamental para o reconhecimento da Cushman & Wakefield, o ESG da empresa é um dos focos que os levaram a um status de pilar mundialmente. “Globalmente, a Cushman & Wakefield gerencia e oferece serviços de sustentabilidade para mais de 38 mil edifícios e cerca de 860 milhões de m² de espaço corporativo, o que realça a importância de envolver clientes e parceiros em objetivos e ações de mitigação de impacto ambiental. Um dado a destacar é que a energia renovável já representa 48% de todas as fontes elétricas em suas operações em todo o mundo”, afirma Faigenbaum.

No Brasil, as equipes de engenharia mapearam edifícios que são grandes consumidores de eletricidade com a finalidade de criar oportunidades para fontes de energia renováveis, afim de reduzir consumo e custos. Os projetos aprovados pelos proprietários representam uma economia de aproximadamente 2.100 MWh/ano e uma redução nas contas de energia de aproximadamente USD 2.800.000/ano nos 10 edifícios mapeados.

Em termos de equidade de gênero e inclusão, a empresa continua a trabalhar em prol da diversidade, com um salto na porcentagem de mulheres em postos executivos no nível mundial de 22% para 44%, enquanto que a porcentagem na direção cresceu de 41% para 44% entre 2021 e 2022. Em 2020, a empresa foi nomeada pela Forbes como “uma das melhores empresas para mulheres”.


Veja também

Conteúdos que gostaríamos de sugerir para a sua leitura.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Faça uma busca


Grade do Congresso

Mais lidas da semana

Operações

Nove ações do Hcor para manter ISO 14001 e reduzir impactos ambientais

Coordenadora de Meio Ambiente do hospital, Andréia Azevedo, fala sobre ações tomadas para manutenção da norma e resultados obtidos na operação.

Workplace

Precisamos rever o conceito de "escritório"?

Mesa Redonda da MIllerKnoll discutiu o impacto do ambiente de trabalho no psicológico dos colaboradores.

Mercado

Auri Faria Lima: desde compra dos terrenos até construção de quase 14 mil m² de área locável

Renato Auriemo compartilha jornada de 10 anos entre planejamento e finalização da obra, assim como a conquista das certificações LEED Gold e HBC do empreendimento inteligente.

Mercado

Novo diretor de operações da Cushman&Wakefield fala sobre atuação generalista

Rodrigo Costev compartilha perspectivas sobre o mercado de FM e lembra início da carreira.

Sugestões da Redação

Revista InfraFM

Ajinomoto: inovação e sustentabilidade na gestão de FM

Leonardo Kazuo Sato, da Ajinomoto, revela algumas estratégias e compromissos de sua área que promovem inovação e sustentabilidade.

Revista InfraFM

Perspectivas de mercado para 2024

Resultados de 2023 e síntese das perspectivas do empresariado e economia, com ênfase na conscientização crescente sobre tecnologia e agenda ESG.

Revista InfraFM

Uma noite de celebração e reconhecimento

O impacto transformador do 9º Prêmio Indicados InfraFM 2023, que reconhece, molda os padrões e inspira a excelência em toda a comunidade de FM.

Revista InfraFM

Transformação Sustentável na DuPont

Daniela Galante nos mostra como as certificações LEED Gold e Well Platinum, na nova sede da companhia, refletem os valores da DuPont e impactam positivamente nos negócios.

 
Dúvidas sobre os EVENTOS?
Fale com a nossa equipe pelo WhatsAPP