Quatro motivos para alinhar gestão de riscos e ESG

Com aumento da importância do ESG, gestão de riscos pode ganhar novos focos. Confira insights sobre o alinhamento das duas frentes neste artigo.

Por Fernanda Siqueira

Quatro motivos para alinhar gestão de riscos e ESG

Imagem: Canva.com/ Shutthiphong Chandaeng


​A gestão de riscos, um pilar fundamental de qualquer empresa de tecnologia, está passando por uma transformação importante à medida que os princípios do ESG (ou ASG – Ambiental, Social e Governamental) se consolidam no mercado. Agora, com novos parâmetros e requisitos a serem alcançados, é necessário alinhar essas duas frentes, de forma que coexista em um sistema que traga resultados.

Tradicionalmente, esse setor corporativo de riscos se concentrou em aspectos financeiros e operacionais, como riscos de mercado, regulatórios e cibersegurança. No entanto, em um ambiente cada vez mais consciente dos desafios ambientais e sociais, a tendência é que a área ganhe novos focos.

O aumento nos aportes em ESG abre espaço para a integração entre essas duas frentes, conforme indicado por 78% dos investidores entrevistados no levantamento da EY (2022), que incentivam novas aplicações na área. Eles também utilizam as divulgações ESG das empresas como parte de suas tomadas de decisões nos negócios.

Quatro motivos para alinhar gestão de riscos e ESG

Entre os 170 presidentes e diretores de empresas pesquisados pela Data Makers (2023) para avaliar a percepção dos líderes de negócios em relação a práticas ESG, 85% afirmaram que preservar a reputação da empresa é a motivação central por trás da adoção dessas práticas. O alinhamento da gestão de riscos com os princípios do ESG é vital por várias razões, entre elas:

- Empresas de tecnologia dependem de sua reputação e credibilidade. Violações éticas ou ambientais podem manchar uma imagem construída ao longo de anos. O alinhamento dessas duas frentes protege o que foi construído durante os anos de trabalho;

- Investidores estão cada vez mais direcionando seus recursos para empresas comprometidas com uma agenda de sustentabilidade. Uma sólida estratégia de gestão de riscos relacionados às práticas de sustentabilidade atrai investimentos e financiamento;

- Regulamentações ESG estão em constante evolução. Uma gestão de riscos eficaz assegura que as empresas estejam em conformidade com essas regulamentações;

- Preparação para Riscos Emergentes: o ESG não trata apenas de riscos imediatos, mas também de preparar uma empresa para ameaças emergentes, como mudanças climáticas e questões sociais, ajudando a identificar e mitigar esses riscos em evolução, mostrando a resiliência da companhia.

A gestão de riscos no setor de tecnologia não pode mais se limitar a preocupações puramente financeiras. A integração eficaz com os princípios do ESG é essencial para garantir a sustentabilidade e o sucesso a longo prazo. As empresas de tecnologia que adotam essa abordagem não apenas estão mais bem preparadas para enfrentar os desafios emergentes, mas também estão alinhadas com os valores e expectativas de investidores, clientes e sociedade como um todo. Portanto, a união dos setores, se torna uma estratégia imperativa no atual cenário empresarial.


Veja também

Conteúdos que gostaríamos de sugerir para a sua leitura.
Gestão de resíduos em tempo real?

Saiba como reduzir riscos, identificar não-conformidade de forma rápida e monitorar resultados na gestão de resíduos.

Solução acústica a partir da necessidade estética?

Com tijolos, concreto e malhas metálicas, projeto buscou inspirações em canteiros de obra para nova sede do Escritório de Engenharia. Confira insights sobre valorização da marca atrelada à funcionalidade neste case.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Faça uma busca

Mais lidas da semana

Operações

Como Centro de Distribuição da Unilever conquistou LEED Platinum

Confira quatro práticas da multinacional e garanta insights sobre gestão sustentável.

UrbanFM

"São Paulo é uma máquina de geração de tempo perdido", afirma professora da USP

Entenda quais são os desafios para implementação de novos caminhos na capital paulista.

Mercado

Brasil ultrapassa os 2,5 milhões de sistemas solares fotovoltaicos em casas

Inversores híbridos são os mais indicados para as regiões Norte e Nordeste

Carreira

David Douek fala sobre pioneirismo na construção sustentável brasileira

Empresário percebeu mudança no setor imobiliário ao final dos anos 2000. Confira entrevista exclusiva sobre construção de carreira, especializações em Green Buildings e práticas sustentáveis.

Sugestões da Redação

Revista InfraFM

Legado para os brasileiros e para o planeta

Diretor Executivo do Centro de Serviços Compartilhados da Globo compartilha insights sobre inovação.

Revista InfraFM

Center Norte investe em expansão, novas tecnologias e certificação ISO 41001

Em entrevista exclusiva, equipe de Facilities Management e de Projetos da Cidade Center Norte fala sobre desafios do processo de modernização.

Revista InfraFM

Por qual ângulo devemos enxergar as fazendas verticais?

Conceito chamou a atenção na metade da década passada, mas a empolgação vingou?

Revista InfraFM

Novo escritório da Sabesp aposta em espaços abertos e integrados

Saiba como o projeto atende novas demandas, com espaços para descompressão, reuniões rápidas e informais.

 
Dúvidas sobre os EVENTOS?
Fale com a nossa equipe pelo WhatsAPP