Sorteio Nespresso
 

Localiza Labs: como foi retrofit de construção da década de 1950?

De estruturas comprometidas até substituição total da cobertura: confira detalhes do projeto de 6,3 mil m² de área construída.

Por Natalia Gonçalves

Localiza Labs: como foi retrofit de construção da década de 1950?

Foto: Divulgação


O projeto da Localiza Labs, área de tecnologia e ciência de dados da Localiza, teve como principal desafio o retrofit de cinco galpões industriais da década de 1950. Em condições precárias, as edificações dos galpões apresentavam diversos problemas, inclusive estruturas comprometidas. Ao todo, são 6.358,60 m² de área construída e projetada pela Athié Wohnrath, escritório de arquitetura e construtora.

Segundo Sérgio Athié, arquiteto e fundador da Athié Wohnrath, foi necessária uma avaliação cautelosa, a fim de garantir a recuperação de toda a estrutura de concreto perimetral, sem comprometer as vedações das fachadas. "Além disso, foi feita a substituição total da cobertura antiga, estruturada em vigas de madeira, por uma nova, metálica, com telhas isotérmicas e uma usina de energia solar", destaca.


Localiza Labs: como foi retrofit de construção da década de 1950?

Foto: Divulgação


Ainda, durante o período de execução, o projeto enfrentou as consequências da pandemia de Covid-19, como a escassez de materiais e mão-de-obra em algumas frentes de trabalho. "Para mitigar essas questões, foram adotadas várias estratégias. Uma das mais relevantes foram os monitoramentos contínuos do andamento da obra e do número de trabalhadores em campo através do a|w Check, um sistema de controles desenvolvido internamente", lembra Athié.

Com cerca de 600 colaboradores, a Localiza Labs foi projetada para oferecer a sensação de aconchego e home felling. As áreas de trabalho, por exemplo, seguem o modelo de squads e contam com estações de trabalho móveis. Além disso, houve a criação de lounges e de áreas de convivência, que conectam os ambientes externos e internos.


Leia também: Devolver ou reformar o escritório?


As áreas de descompressão, de acordo com Athié, são uma tendência pós-pandemia. “Os escritórios vêm ampliando essas áreas, com novas funcionalidades, por exemplo, para aumentar a socialização entre as equipes. Assim, são espaços pensados para estreitar laços, ‘jogar conversa fora’ e favorecer a troca informal de ideias.  Afinal, as pessoas precisam de conexões interpessoais”, afirma.

“Os espaços de descompressão surgiram há mais de 20 anos, nas empresas do Vale do Silício, e esta cultura de oferecer um local de descanso, contemplação e recuperação no ambiente de trabalho se espalhou ao redor do mundo. As empresas reconheceram e entenderam este olhar mais humanizado para o colaborador e que estas pausas são fundamentais para garantir saúde, bem-estar e produtividade”, explica Athié.

Na Localiza Labs, as áreas de descompressão foram projetadas com ênfase em atividades de socialização, convívio e colaboração entre as pessoas. Neste sentido, para o sucesso da entrega, conforme o empresário, a equipe de Facility Management da Localiza foi envolvida desde os primeiros rascunhos do projeto até a entrega final da obra. 

​Durante a concepção do projeto, a sustentabilidade era umas prioridades da Localiza. "Em princípio definimos a meta de LEED Gold para o projeto, mas a utilização de sistema fotovoltaico e o reaproveitamento de água da chuva nos levaram à certificação nível Platinum, a mais alta", compartilha Athié. Além do investimento em alta tecnologia e na revitalização do entorno da Localiza Labs, a utilização de 40% da edificação é proveniente de energia solar, o que contribuiu para a conquista da certificação. 


Veja também

Conteúdos que gostaríamos de sugerir para a sua leitura.
Da engenharia à gestão sustentável

Acompanhe nossa conversa com Irimar Palombo sobre inovação, desafios em sua carreira, que tem contribuído para a transformação dos espaços e construção do futuro no escopo do Facility Management.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Faça uma busca


Visitas Técnicas esgotando

Mais lidas da semana

Operações

Do auxiliar de limpeza ao presidente: segurança é responsabilidade de todos

Para especialista, prevenção de incêndios é urgente e negligência pode ser explicada através dos três pilares da manutenção.

Outside Work

Livro para expandir horizontes do conhecimento e da imaginação em FM

E os malefícios da dedicação às redes sociais para a saúde

UrbanFM

O que mudou na gestão do Parque Ibirapuera?

Camila Praim, coordenadora de operações, fala sobre experiência na gestão do parque durante processo de concessão e de desterceirização.

Workplace

Qual o futuro dos escritórios?

Pesquisa indica pontos que serão tendência ao longo de 2024.

Sugestões da Redação

Revista InfraFM

A trajetória de Alex Martins e a sua atual posição na Brookfield Properties

Transformando visões em realidade, priorizando a sustentabilidade e inovação no coração da gestão imobiliária para manter o valor dos ativos.

Revista InfraFM

Integrando excelência médica e inovação em engenharia para a melhor experiência

Nesta entrevista com Walmor Brambilla, Gerente Executivo de Engenharia e Real Estate do HCOR, acompanhe os avanços e desafios da área na instituição de saúde.

Revista InfraFM

Onde estamos quando o assunto é cidades inteligentes no Brasil?

Compreenda o tema para além da parte "glamourizada" do conceito. Especialista fala sobre Workplace fora do espaço de trabalho, Urban Facilities Management e cidadania.

Revista InfraFM

Workplace é o primeiro passo para colaboradores se sentirem amados

Workplace é o primeiro passo para colaboradores se sentirem amados. Frase proferida por Thais Trentin, CEO e fundadora da Workplace Arquitetura Corporativa.

 
Dúvidas sobre os EVENTOS?
Fale com a nossa equipe pelo WhatsAPP