Pandemia: área de higienização exercerá papel fundamental

home > Índice de Mundo Facility > Conteúdo
 

Pandemia: área de higienização exercerá papel fundamental

Protocolos corretos de limpeza impactam na segurança de quem limpa e daqueles que utilizarão o espaço depois de higienizado

Classificado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como pandemia, o surto de transmissão do novo Coronavírus (Covid-19) assusta e causa grande alarde em todo o planeta. Mas, em meio a tantas informações (ainda) desencontradas quanto à doença, é importante manter a calma. Mais do que isso, é necessário recorrer ao conhecimento, aos instrumentos e às técnicas de que já dispomos para enfrentar a situação com máxima assertividade e eficiência.

Enquanto os pesquisadores da área médica se debruçam em busca de soluções e respostas, as outras especialidades não ficam atrás - e nós, da área de higienização, também somos e seremos protagonistas nessa missão. Estou certo de que o setor de limpeza e seus profissionais terão papel crucial e decisivo diante dessa pandemia, principalmente no restabelecimento das condições de saúde e segurança indispensáveis aos locais com grande circulação de pessoas, como aeroportos, shopping centers, condomínios, hospitais, entre outros.

Para contextualizar a minha convicção, compartilho uma das informações já sabidas a respeito do vírus: segundo os estudos mais recentes, o Covid-19 é capaz de persistir vivo por até nove dias em superfícies de metal, vidro ou plástico, tais como maçanetas, corrimãos, saboneteiras, torneiras, interruptores de luz, bancadas etc., a não ser que seja minuciosamente eliminado por um protocolo de limpeza preciso e específico.  

Um protocolo à base de álcool, por exemplo, desde que a concentração desse produto varie entre 62% a 71%, o que, também segundo estudos, parece ser o suficiente e adequado para eliminar o coronavírus em apenas um minuto.

Perceba então que, se existe uma concentração adequada do produto, o mesmo valerá para os aparelhos, técnicas e até mesmo os equipamentos de proteção individual que serão empregados no processo. Ou seja, dependerá da combinação desses fatores o sucesso da limpeza - que, por fim, trará a tão desejada segurança tanto para quem limpa, como para quem utilizará o espaço depois de higienizado.

Dito isso, é muito importante que a higienização de ambientes de grandes aglomerações como shoppings, condomínios, aeroportos e hospitais seja reforçada nesse momento. A limpeza mais frequente e minuciosa nesses locais é imprescindível para evitar a disseminação de microrganismos. Para começar, é necessário intensificar a rotina de limpeza e desinfecção, principalmente de superfícies bastante tocadas pelas mãos tais como: maçanetas, corrimões, saboneteiras, torneiras, interruptores de luz, bancadas, entre outros.

Existem algumas técnicas que orientam os profissionais sobre como atingir uma limpeza mais eficaz. A recomendação é de que comecem a limpar de cima para baixo; do fundo para a porta; do mais limpo para o mais sujo e em um único sentido.

O setor de limpeza é responsável por um dos procedimentos mais importantes no controle da contaminação cruzada. Por isso, o seu trabalho, aplicado com ainda mais rigor neste período de pandemia, contribui com a prevenção da propagação do Coronavírus. A higienização faz parte de um processo crucial que pode interromper o surto em andamento. Por último, mas não menos importante: a eficiência na limpeza é fundamental, sem dúvida. Mas a saúde dos agentes de limpeza deve estar totalmente assegurada, tanto pelo uso dos equipamentos e materiais adequados, como pelo treinamento, ainda mais num quadro como o de uma pandemia.

Portanto, o que quero chamar a atenção, neste momento, é que caberá a cada área e especialidade cumprir, com responsabilidade, a parte que lhe cabe.


Mauricio Almendro é Diretor da Divisão Saúde do Grupo Verzani & Sandrini 

Fotos: Divulgação

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Aproveite para compartilhar conosco o que achou do teor deste conteúdo. Nossa equipe e o mercado querem ouvir a sua opinião. Vamos lá?

Faça uma busca

Acontece

Sugestão da redação

A gestão de shopping centers como investimento promissor

Entenda como Mia Stark, CEO da Gazit Brasil, foi capaz de transformar um negócio desacreditado em bem-sucedido, conquistando o título de empresa unicórnio

Entre Nós

Deixar este editorial diferente pela primeira vez, em 21 anos...

O sabor da inovação no food service

Com aproximadamente 4 anos de existência, mercado de Food Service investe em cozinhas coletivas e restaurantes virtuais para expansão dos serviços de delivery de comida

Estudo Global de Tendências de Talentos 2020

Mercer identifica quatro tendências para as empresas "vencerem com empatia" num ambiente de mudanças rápidas na forma como trabalhamos

Matérias líderes de audiência

A gestão de shopping centers como investimento promissor

Entenda como Mia Stark, CEO da Gazit Brasil, foi capaz de transformar um negócio desacreditado em bem-sucedido, conquistando o título de empresa unicórnio

Entre Nós

Deixar este editorial diferente pela primeira vez, em 21 anos...

O sabor da inovação no food service

Com aproximadamente 4 anos de existência, mercado de Food Service investe em cozinhas coletivas e restaurantes virtuais para expansão dos serviços de delivery de comida

Estudo Global de Tendências de Talentos 2020

Mercer identifica quatro tendências para as empresas "vencerem com empatia" num ambiente de mudanças rápidas na forma como trabalhamos