Parte do terreno do antigo Playcenter abrigará o Brasília Square Offices

home > Índice de Mundo Facility > Conteúdo

Klint e Furukawa: Datacenter confiável acelera transformação digital
 

Parte do terreno do antigo Playcenter abrigará o Brasília Square Offices

Área é uma das últimas disponíveis na Marginal Tietê para novas construções. Região será uma "nova Faria Lima", segundo investidores

Por dia, circulam 1,2 milhão de veículos na Marginal Tietê, um dos principais corredores da cidade de São Paulo, segundo a DERSA - Desenvolvimento Rodoviário S/A. É nesta movimentada região que está sendo erguido o Brasília Square Offices, megaempreendimento comercial que leva a assinatura do consórcio formado pela Construtora Alimonti, a EBI - Escritório Brasília de Imóveis e a MC Construtora.

O empreendimento contará com duas torres de 27 andares, em uma área de 14.284,00 m², em parte do terreno onde funcionava o parque de diversões Playcenter. A área é uma das últimas disponíveis na Marginal Tietê para novas construções e a região "será uma nova Faria Lima", segundo investidores.

O projeto do arquiteto Alexandre Milleu compreende 54 lajes corporativas com 900 m² de área útil, cerca de 1.600 vagas de estacionamento, contabilizando três subsolos e três sobressolos, mall de lojas, restaurantes e dois teatros com estacionamento para visitantes. O paisagismo é outro diferencial do projeto e compreende espaços de convivência ao ar livre, praças, bancos e espelhos d'água.

O compromisso da thyssenkrupp em fornecer soluções inovadoras para melhorar a mobilidade urbana das cidades foi determinante para a marca ser escolhida para integrar o projeto, segundo seus executivos. Para o Brasília Square Offices foram comercializados 36 equipamentos, sendo 24 elevadores (12 para cada torre) e 12 escadas rolantes de alta performance. 

Os 24 elevadores do Brasília Square Offices foram desenvolvidos para transportar até 24 passageiros e dez deles possuem velocidade de 5 metros por segundo, ou seja, dos pavimentos extremos, 2° subsolo ao último andar do empreendimento, a viagem levará em média 37 segundos.

Além da velocidade, a operação dos elevadores será mais eficiente com a tecnologia AGILE Antecipação de Chamadas.  A partir de um terminal instalado no hall de entrada do empreendimento e nos pavimentos, os passageiros vão informar o andar de destino e na sequência o sistema indicará qual elevador irá atendê-lo, diminuindo o tempo de espera e de viagem. O sistema também permite agrupar no mesmo elevador as pessoas que vão para o mesmo andar ou próximos, ampliando a capacidade de tráfego, pois os elevadores não param em andares intermediários.    

A thyssenkrupp irá disponibilizar ainda tecnologias "verdes" que garantem a eficiência energética do projeto. Entre elas, o sistema regenerativo que reduz em até 35% o consumo de energia despendido pelos elevadores, máquinas gearless com imãs permanentes, que proporcionam uma economia de energia de até 30% e iluminação LED nas cabinas, que reduz o consumo de energia em até 75% em comparação com as lâmpadas comuns.

Em linha com o alto padrão do corporativo, para integrar a sofisticação e modernidade do empreendimento, as cabinas dos elevadores serão da linha Art Collection, que oferece aos clientes inúmeras possibilidades para decorar e personalizar o elevador, a partir de diversos tipos de materiais, cores e texturas. O design também é diferenciado com cantos retos e botoeiras planas, acompanhando o alinhamento dos painéis, o que torna o ambiente maior, gerando uma sensação de conforto e segurança.

Já as 12 escadas rolantes do modelo Velino completam o portfólio de equipamentos para o empreendimento. O diferencial é o sistema de inversor de frequência de velocidade, cuja tecnologia mantém os equipamentos praticamente parados quando não estão em uso, economizando até 30% de energia. As escadas transportarão 4.700 pessoas por hora a uma velocidade de 0,50 metros por segundo. 

Comentário(s):

Fernando Acédio David - [email protected]
Eu sempre acreditei nesta valorização, pois a Marginal Tietê liga as principais rodovias do país, bem como os mais movimentados aeroportos, corredor de transporte de cargas, porém é esquecido pelo poder público, com constantes alagamentos, não há transporte publico de massa (trem ou metrô). Eu aposto nesta valorização.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Aproveite para compartilhar conosco o que achou do teor deste conteúdo. Nossa equipe e o mercado querem ouvir a sua opinião. Vamos lá?

Faça uma busca

Acontece

Sugestão da redação

Mundo Facility

Sodexo amplia portfólio de atendimento

Parceria com a TempoTem dispõe de serviços de manutenção e reparos para residências e automóveis, além de desinfecção de ambientes

Mundo Facility

Por que me contratar?

Talentos para início imediato na área de Facilities Management - 2a. edição

Mundo Facility

Dossiê sobre o Home Office

IT'S Informov divulga estudo abrangente acerca da experiência das pessoas trabalhando em casa

Coronavírus e a jornada para cloud

Modelo permite o barateamento de recursos antes impensáveis

Matérias líderes de audiência

Mundo Facility

Sodexo amplia portfólio de atendimento

Parceria com a TempoTem dispõe de serviços de manutenção e reparos para residências e automóveis, além de desinfecção de ambientes

Mundo Facility

Por que me contratar?

Talentos para início imediato na área de Facilities Management - 2a. edição

Mundo Facility

Dossiê sobre o Home Office

IT'S Informov divulga estudo abrangente acerca da experiência das pessoas trabalhando em casa

Coronavírus e a jornada para cloud

Modelo permite o barateamento de recursos antes impensáveis