Participe do InfraFM Hospitais
 

Golgi Condomínios Logísticos mira 350 mil m² de área locável em 2019

46% dos inquilinos são do segmento de e-commerce/varejista e 30%, da indústria; obras do Golgi Jundiaí e Dutra seguem avançadas

Notícia publicada em 20 de março de 2019

Fruto da parceria estratégica entre a Cadillac Fairview e afiliadas da Autonomy Investimentos, a Golgi teve um crescimento de 143% em área locável ao longo dos últimos dois anos, com a entrega da segunda fase da unidade Golgi Seropédica, da primeira fase do Golgi Duque de Caxias, ambas no Rio de Janeiro, e através das aquisições do Golgi Betim e Golgi Contagem, em Minas Gerais.

"Na semana passada assinamos a aquisição de mais um terreno no município de Mauá, de 290 mil m2 e potencial de construção de 120 mil m2", conta. "Para 2019, pretendemos entregar mais 120 mil m2, nos empreendimentos Golgi Jundiaí e Golgi Dutra, e em 2020 iniciar as obras de novas fases nos empreendimentos que possuímos".

Segundo o executivo, esse cenário é o que motiva a Golgi a continuar investindo no Brasil. "Pretendemos efetuar mais 3 a 4 aquisições em 2019 de áreas para desenvolvimento ou imóveis já alugados em localizações estratégicas ", adianta.

O portfólio da Golgi atualmente é composto por nove empreendimentos, totalizando 1,1 milhão m2 em diferentes fases de desenvolvimento, cinco em São Paulo - Golgi Mauá, Golgi Jundiaí, Golgi Dutra e Golgi Cajamar -, dois no Rio de Janeiro - Golgi Seropédica e Golgi Duque de Caxias - e dois em Minas Gerais Golgi Contagem e Golgi Betim.

"Nas localidades em que atuamos, as empresas têm intensificado a busca por instalações de maior eficiência logística - o chamado movimento fly to quality -, e a Golgi tem como premissa ter em seus condomínios logísticos o mais alto padrão de qualidade, eficiência e sustentabilidade do mundo, nos principais eixos logísticos", explica o executivo. "Estas características refletem na qualidade dos inquilinos, sendo que 46% são do segmento de e-commerce/varejista e 30% indústrias", conta.

Além da localização estratégica dos empreendimentos, em importantes eixos logísticos, a Golgi entrega soluções de galpões logísticos modernos e eficientes (AAA), com certificação LEED, piso de 6 toneladas, pé-direito de 12m, relação média de 1 doca para cada 400m2 de área de armazenagem, iluminação Led, sprinklers, sistema de segurança com CFTV, eclusas com garra de Tigre, portaria blindada, duplo cercamento (alabrado+speedrite e concertina),  área comum com restaurante, vestiários, apoio ao caminhoneiro e alta disponibilidade de vagas para caminhões. "Tudo isso contribui para o aumento da produtividade de nossos ocupantes", conclui o executivo.

Foto: Divulgação

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Faça uma busca


Tendências de ESG em Hospitais

Mais lidas da semana

Operações

Cinco passos para humanizar a gestão de terceirizados

Wellington Idalino da Silva, coordenador de manutenção e professor de Facilities Management, explora benefícios da gestão mais estratégica e humanizada.

Workplace

Como Mercado Livre reinventou espaço de trabalho com conceito híbrido

Manager of Real Estate da empresa compartilha detalhes da reforma da Melicidade.

Operações

Método de incorporação dos critérios ESG nos processos decisórios

Apesar de convergências, ainda não há consenso sobre o que priorizar nos critérios de ESG. Leia o segundo artigo da série "A corda bamba do ESG.

Mercado

Conheça como a Toyota revoluciona área de Facilities Management

Nova Head de Facilities da multinacional fala sobre cases da carreira e novos desafios.

Sugestões da Redação

Revista InfraFM

Legado para os brasileiros e para o planeta

Diretor Executivo do Centro de Serviços Compartilhados da Globo compartilha insights sobre inovação.

Revista InfraFM

Center Norte investe em expansão, novas tecnologias e certificação ISO 41001

Em entrevista exclusiva, equipe de Facilities Management e de Projetos da Cidade Center Norte fala sobre desafios do processo de modernização.

Revista InfraFM

Por qual ângulo devemos enxergar as fazendas verticais?

Conceito chamou a atenção na metade da década passada, mas a empolgação vingou?

Revista InfraFM

Novo escritório da Sabesp aposta em espaços abertos e integrados

Saiba como o projeto atende novas demandas, com espaços para descompressão, reuniões rápidas e informais.

 
Dúvidas sobre os EVENTOS?
Fale com a nossa equipe pelo WhatsAPP