Schneider Electric dedica-se ao aprimoramento de soluções hospitalares

home > Índice de Mundo Facility > Conteúdo

EXPO FACILITY REVISTA INFRA
 

Schneider Electric dedica-se ao aprimoramento de soluções hospitalares

[Vitrine Facilities] Tecnologias visam proporcionar ambientes mais resilientes, seguros, eficientes e centrados no paciente

A Schneider Electric, líder global em transformação digital de gerenciamento e automação de energia, atua no mercado de controle de acesso no Brasil há mais de 25 anos, com tecnologias concentradas em proporcionar ambientes mais resilientes, seguros e eficientes.

Para hospitais, por exemplo, em que o bloqueio ou a permissão do acesso de pessoas a determinados locais é essencial, principalmente por motivo de segurança e gestão, a empresa conta com ampla gama de produtos para monitorar a entrada e saída de pacientes e profissionais de maneira versátil, como controladores, softwares e sensores, que podem ser facilmente integrados com fechaduras, catracas e leitores de cartões, biometria e celulares de várias marcas conceituadas no mercado.

Segundo Gustavo Henrique Chiarelli, coordenador de treinamento da Schneider Electric, hospitais costumam necessitar de equipamentos de controle de acesso para restringir o volume de pessoas em determinado recinto, identificar quem está circulando em suas dependências e até mesmo para evitar delitos, como roubos de medicamentos.

"Nossa tecnologia está instalada nos principais hospitais do País. Muitos deles utilizam o controle de acesso integrado ao seu modelo de negócio, no qual os processos internos de funcionamento do hospital se misturam com a segurança da identificação de profissionais, empresas terceirizadas, pacientes e visitantes. O sistema de controle de acesso é integrado a outros softwares, de RH, gestão de terceiros e de gestão de pacientes onde não há necessidade de interação humana, aumentando a performance e confiabilidade operacional e trazendo mais informação e inteligência de negócios, enviando informações adicionais a outros sistemas, desde o BMS a relatórios financeiros e suprimentos", comenta Chiarelli.

Atualmente, a empresa dedica-se ao aprimoramento de suas soluções para conseguir atender às demandas hospitalares. Por isso, concentra esforços para desenvolver ferramentas que deixem esses locais mais centrados na experiência do paciente. Para tanto, além das ofertas para a elétrica, conta com soluções de automação predial capazes de entregar um ecossistema completo para a infraestrutura hospitalar, como serviços que usam inteligência artificial para melhorar os indicadores de eficiência energética, passando pelo uso de realidade aumentada e culminando nos processos de redução da pegada de carbono e melhoria da sustentabilidade do recinto.

A preocupação com a atualização das tecnologias no decorrer dos anos se fez necessária tendo em vista que, antigamente, os computadores possuíam o poder de quebrar a senha de um cartão de acesso com alguns dias de processamento, o que inviabilizava o acesso de hackers a locais protegidos. No entanto, o aumento gradativo do poder tecnológico deu aos celulares uma capacidade superior a qualquer aparelho antigo, tornando as possibilidades para os "inimigos alheios'' mais acessíveis.

Além disso, se o hospital conta com sistemas de gerenciamento completo, os dados podem ser cruzados para maior visibilidade do negócio. Dessa forma, é possível calcular os gastos com oxigênio, energia, internet e funcionários pelo número de pessoas que utilizam o edifício, sem contar a identificação automática de consumo acima da média, indicando possíveis vazamentos.

"Minha recomendação é que, ao pensar em sistemas de acesso, as empresas tenham o compromisso de manter os sistemas alinhados com os padrões atuais de segurança, escalabilidade e capacidade de adaptação, olhando o acesso como parte do business hospital", finaliza Chiarelli.

Foto: Divulgação.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Aproveite para compartilhar conosco o que achou do teor deste conteúdo. Nossa equipe e o mercado querem ouvir a sua opinião. Vamos lá?

Faça uma busca

Acontece

Sugestão da redação

Mundo Facility

Pessoas: o maior ativo que uma empresa possui

Empresas passam a investir em processos mais humanizados

Mundo Facility

Como proteger a infraestrutura crítica contra ataques cibernéticos

Organizações devem adotar uma abordagem multifacetada

Mundo Facility

BIDs na indústria e a importância nas aquisições de alto valor

Como funcionam as concorrências na escolha de fornecedores de insumos

Mundo Facility

Como criar fachadas criativas

[Vitrine Facilities] Conheça as alternativas da StoShape

Matérias líderes de audiência

Mundo Facility

Pessoas: o maior ativo que uma empresa possui

Empresas passam a investir em processos mais humanizados

Mundo Facility

Como proteger a infraestrutura crítica contra ataques cibernéticos

Organizações devem adotar uma abordagem multifacetada

Mundo Facility

BIDs na indústria e a importância nas aquisições de alto valor

Como funcionam as concorrências na escolha de fornecedores de insumos

Mundo Facility

Como criar fachadas criativas

[Vitrine Facilities] Conheça as alternativas da StoShape