Espaços multiuso trazem praticidade, economia e qualidade de vida

home > Índice de Mundo Facility > Conteúdo
 

Espaços multiuso trazem praticidade, economia e qualidade de vida

Projetos realizados pelo escritório Jayme Lago Mestieri

Com salas corporativas, lojas, ambientes de prestação de serviços, corporativos, lazer, gastronomia e até mesmo espaços residências, os edifícios multiusos ou Life Centers, como também são conhecidos, têm se tornado tendência nas cidades brasileiras. Presente em larga escala em metrópoles contemporâneas situadas nos Estados Unidos e em países da Ásia, essa ideia de proporcionar diversas abordagens em um único local procura sanar o problema do crescimento desenfreado dos grandes centros urbanos, que muitas vezes são desenvolvidos sem um bom planejamento. Diante disso, o modelo promove diversas vantagens para moradores, investidores e para a população em geral já que, muitas vezes, os projetos de prédio, quarteirão ou bairro multiuso carregam consigo a sustentabilidade com soluções naturais, espaços abertos e bem arborizados.

"Tempos atrás era muito comum, senão a maioria dos casos, recebermos a encomenda de grandes projetos sendo desenvolvidos para um único uso e especializados em uma mesma tipologia como grandes shopping centers, complexos residenciais e espaços institucionais como faculdades. Hoje, tudo isso pode estar em um só lugar. Nosso escritório está habituado e firmou-se no mercado como especialista em projetos de Life Centers de grande porte e com intervenções que afetam o tecido urbano. Conduzir o fluxo de milhares de frequentadores nessa adaptação não foi um problema", comenta o arquiteto Jayme Lago Mestieri, à frente do escritório que leva o seu nome, que ainda complementa dizendo que a arquitetura desses projetos sempre responde às provocações do espaço que são ditados pelos comportamentos e economia local.

Negócios e arquitetura

Os Life Centers são um grande atrativo para investidores que querem diversificar suas marcas e seus produtos, pois por conta das múltiplas funções em um mesmo ambiente, a edificação pode reunir públicos de diferentes características que pretendem fazer compras, participar de cursos, passar por consultas ou apenas aproveitar a natureza do local. Com isso, os riscos do investimento dos empresários que apostam no empreendedorismo multiuso é ínfimo, uma vez que existe uma grande variedade de pessoas frequentando o local. "O Life Center veio para ficar e para enriquecer as nossas cidades, além de reunir investidores de diferentes perfis para a mesma mesa na produção de grandes obras arquitetônicas, viáveis e ricas para toda cidade" acrescenta Jayme. Outras vantagens estão relacionadas aos custos de ocupação, que são inferiores aos de um shopping, atraindo mais lojistas e investidores.

Com o atual advento de opções de serviços junto com o varejo, usos corporativos e residenciais, a tipologia de projeto revela-se uma excelente oportunidade para o setor de arquitetura que não está mais tão focado em projetos de shoppings, e sim na construção de bairros por meio da urbanização de terrenos de grande extensão que antes eram fechados e agora são abertos para que o grande público possa aproveitar. Essa nova concepção traz os Life Centers para as cidades, onde ao invés de corredores fechados e repletos de vitrines, estão calçadas floridas e praças internas que se abrem para lojas, escolas, consultórios e até para templos. "No caso do nosso escritório, estamos com mais de vinte desses centros sendo reproduzidos não somente no Estado de São Paulo, mas por todo Brasil, mostrando que os Life Centers já são uma realidade no nosso país", ressalta o arquiteto.

Vantagens dos espaços multiuso para a sociedade

Com o empreendimento multiuso, as atividades de morar, trabalhar e se divertir ficam concentradas em um único espaço, oferecendo algumas vantagens para o dia a dia das pessoas. Uma delas é a diminuição de deslocamento para realizar compras ou outras tarefas, considerando que diversos tipos de serviços se encontram no mesmo local, fazendo com que o morador deste complexo possa cumpri-las a poucos metros de sua residência. "Isso gera uma economia absurda para a população, haja vista que com tudo tão próximo não se faz necessário gastar com manutenção de carro, transporte público e gasolina, entre outros custos que pesam no bolso do brasileiro", relaciona o arquiteto Jayme.

Outro benefício está relacionado à natureza presente ao redor da construção, possibilitando aos habitantes e frequentadores passearem tranquilamente, desfrutando a sensação de bem-estar. Ao contrário de alguns bairros convencionais que são desertos e rodeados de prédios, os edifícios mistos, como também são chamados, registram um grande número de pessoas circulando, provendo maior segurança e a ampliação da economia local. "A intenção é que estes novos centros tenham o comportamento e a imprevisibilidade de um bairro: que recebam todos os tipos de usos e possam registrar a evolução e transformação, assim como as cidades", detalha o arquiteto.

Sustentabilidade

Como já mencionado anteriormente, além do edifício também é projetada uma área verde. O paisagismo urbano eleva contato com a natureza, propiciando qualidade de vida para quem trabalha e mora neste complexo, levando em consideração que, em função da quantidade de elementos naturais, o clima fica mais ameno, com sombras e lugares refrescantes. Sem a presença de veículos como motos, carros, ônibus e caminhões, os gases poluentes produzidos por eles não estão presentes nesse conceito, deixando o ar mais limpo. Também existe a preocupação de oferecer soluções sustentáveis em residência, comércios e salas empresariais para que sejam ecologicamente corretos e não afetem a cidade.

Tudo isso mostra o quanto os espaços multiuso estão aí para facilitar o cotidiano das pessoas, unificando áreas de serviço, lazer e descanso evitando grandes deslocamentos, gastos desnecessários e economizando tempo. Porém, cada cidade requer um projeto diferente para que atenda às necessidades de seus habitantes e para que possa prover crescimento econômico. "Com o incentivo do Plano Diretor dos municípios, veremos muitos desses projetos no Brasil. Isso é muito interessante para o setor público, pois a conjectura do Life Center dispõe de toda estrutura que o cidadão precisa para viver mais confortavelmente" finaliza.

O Arquiteto

Jayme Lago Mestieri vem trabalhando há mais de 15 anos no desenvolvimento de projetos sob medida para espaços multiusos, de varejo, hospitality, shoppings centers, restaurantes, hospitais e inúmeras obras públicas, como expansão de aeroportos, terminais de ônibus, metrôs, BRT e a Feira da Madrugada em São Paulo. Atuando de norte a sul do Brasil, o escritório, que leva o seu nome, é formado por equipes multidisciplinares, onde temos uma carteira com mais de 60 retrofits, 70 novos shoppings e centros comerciais projetados e entregues. Atualmente, são mais de 650 mil m² em obras (sem contar as executadas) e esses números só são possíveis com o empenho e dedicação de cada um da equipe e a participação muito próxima dos clientes, permitindo que a gente consiga entregar mais do que sonhos, mas projetos que contribuem para a melhoria das cidades e o bem-viver de cada um

Foto: Divulgação.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Aproveite para compartilhar conosco o que achou do teor deste conteúdo. Nossa equipe e o mercado querem ouvir a sua opinião. Vamos lá?

Faça uma busca

Acontece

Sugestão da redação

Mundo Facility

Manutenção Industrial na UTGCA

[Vitrine Facilities] Contrato envolve 29 meses de contrato e 50 colaboradores

Mundo Facility

Novo Centro de Educação e Pesquisa Albert Einstein, em São Paulo

Local será revestido com tecnologia alemã autolimpante que utiliza a água da chuva

Mundo Facility

Google compra escritório em Nova York por R$10 bilhões

Compra é vista como um plano de retorno aos escritórios

Mundo Facility

EcoShapes é um material ecologicamente correto

[Vitrine Facilities] Contém 70% de PET reciclado e contribui com conforto acústico

Matérias líderes de audiência

Mundo Facility

Manutenção Industrial na UTGCA

[Vitrine Facilities] Contrato envolve 29 meses de contrato e 50 colaboradores

Mundo Facility

Novo Centro de Educação e Pesquisa Albert Einstein, em São Paulo

Local será revestido com tecnologia alemã autolimpante que utiliza a água da chuva

Mundo Facility

Google compra escritório em Nova York por R$10 bilhões

Compra é vista como um plano de retorno aos escritórios

Mundo Facility

EcoShapes é um material ecologicamente correto

[Vitrine Facilities] Contém 70% de PET reciclado e contribui com conforto acústico