Como ficará o mercado depois da crise do novo Coronavírus?

home > Índice de Mundo Facility > Conteúdo

Klint e Furukawa: Datacenter confiável acelera transformação digital
 

Como ficará o mercado depois da crise do novo Coronavírus?

O mercado nunca mais será como antes. Nunca mais! E a sua empresa, continuará a mesma?

De acordo com a minha visão, a crise atual tem duas ondas distintas.

A primeira onda é a crise que estamos vivendo, por conta da Covid-19. Muitos estão #emcasa com o objetivo de isolamento social e assim evitar a disseminação da pandemia.

Com essa medida de segurança, a maioria dos negócios e utilidades públicas teve que fechar as portas, ficando impossibilitados de trabalhar, a exemplo dos shopping centers, edifícios comerciais, escritórios, unidades de atendimento ao público, algumas indústrias e muitas outras empresas.

A segunda onda é a crise econômica. É a causa da queda da produtividade do País e, consequentemente, do volume de negócios, lembrando que este é um dos principais indicadores da economia.

Como líderes em nosso segmento devemos ser estratégicos no plano de ação para a retomada da produtividade das empresas, nos diversos setores da economia.

Sabemos que para produzir são necessários o envolvimento e a dedicação da equipe em busca da retomada do crescimento e assim salvar milhões de empregos que estão em jogo.

Costumo dizer que em tempos de crise grandes lideres surgem!

É necessário ter uma conversa franca com a equipe e estabelecer um novo planejamento estratégico para os meses seguintes, pois os planos apresentados no início de 2020 não nos pertencem mais.

Aconteceu o que no mercado financeiro chama de um evento denominado "Cisne Negro".

O que é um Cisne Negro? Um evento que nenhum especialista poderia prever, e que alterou o mercado drasticamente.

A nossa equipe não é mesma de antes da crise do novo Coronavírus. O comportamento da sociedade como um todo foi alterado.

As pessoas desenvolverão uma fobia de ficar em lugares com um grande número de pessoas, especialmente os lugares fechados e climatizados.

Por isso muitos negócios, que mesmo após suportarem a primeira onda, poderão ser vencidos quando a segunda onda passar. Será a crise econômica causada não só pela queda de produtividade, mas também pelo novo comportamento das pessoas.

Mas o que fazer diante deste cenário quase que inevitável?

A primeira coisa a fazer é preparar o ambiente de trabalho e até mesmo o de venda para a retomada da produtividade e garantia do volume de negócios.

No meu ponto de vista, os processos e as instalações de uma empresa desempenham um papel estratégico, pois precisam acompanhar esta nova realidade do mercado.

Selecionei 4 (quatro) dúvidas mais frequentes dos meus clientes para comprovar se o seu sistema de climatização está preparado para retomar a atividade.

1) Como saber se o meu sistema de climatização está limpo? Os componentes do sistema como: dutos, grelhas, difusores, equipamentos e demais acessórios devem estar higienizados antes da operação, principalmente se estiverem parados por longos períodos ou com a manutenção atrasada.

2) E o meu sistema de tratamento de ar, está operando normalmente? O filtro está sujo ou contaminado? E os demais componentes? Vale ressaltar que filtros de ar utilizados em sistemas de ar condicionado para aplicação comercial não são capazes de reter partículas tão pequenas como um vírus. Porém, é uma ferramenta fundamental para o controle de fungos, bactérias e demais agentes contaminantes.

3) Se a aplicação comercial não barra o vírus, então qual é o segredo? Identificar se o seu sistema possui as taxas mínimas de Renovação de Ar, de acordo com a determinação da ANVISA. A forma mais eficiente para controlar a proporção de agentes contaminantes do ar e até mesmo vírus é através da diluição do ar climatizado com o ar externo. Cabe aqui uma atenção especial, pois os sistemas de ar condicionado comercial para uma aplicação leve geralmente não atendem a legislação quando falamos de renovação de ar. Este problema também pode ser constatado em instalações de médio a grande porte.

Em instalações destinadas à área da saúde, como na indústria farmacêutica e em ambientes hospitalares, mais especificamente nos centros cirúrgicos, a principal ferramenta para o controle de vírus dentro do ambiente climatizado são as taxas de renovação de ar, podendo chegar a 100% de ar externo em conjunto com o fluxo de ar direcionado estrategicamente dentro do ambiente que empurra o vírus para a atmosfera.

4) Como faço para saber se a minha instalação atende os requisitos mínimos determinados pela ANVISA? A instalação de climatização deve possuir o projeto de engenharia atualizado. A memória de cálculo do projeto, confrontada com os equipamentos instalados é a principal ferramenta para comprovar que a instalação opera de acordo com a legislação e garantir que as taxas mínimas de renovação de ar foram atendidas no dimensionamento dos equipamentos e em função ao número de pessoas. Vale uma atenção especial ressaltar para as instalações de climatização com mais de dez anos, pois geralmente não atendem as normas atuais.


Rudnei Souza Jr. é Diretor de Projetos da Project Engenharia. Entre seus clientes estão inúmeras empresas líderes em seus segmentos como: Aché Laboratórios Farmacêuticos, Baker Hughes, Catho, Andrade Gutierrez, Engie, ESPN Brasil, GE, JLL, Volvo, TV Globo etc.

Fotos: Divulgação

Comentário(s):

Ramon Armas - [email protected]
Parabéns pelo conteúdo da matéria, abordou de forma muito clara e abrangente todos os aspectos da importância que a higiene no ambiente de trabalho terá no dia a dia das empresas de agora em diante e também as diretrizes apresentadas para obtenção do ambiente seguro para a volta ao trabalho
Alex Sander dos Santos Doimo Doimo - [email protected]
Primeiramente parabéns pelo artigo, uma visão clara e objetiva sobre o assunto. Muito interessante a tratativa sobre o sistema de ar condicionado. Informações que serão repassadas ao departamento competente da empresa que trabalho.
CARLOS CHAKMAKIAN - [email protected]
Concordo com o texto e com as ideias recomendadas. O retorno ao trabalho nos ambientes atuais deverá ser totalmente adaptado ao "novo" normal, considerando que as pessoas sairão da segurança de suas casas para enfrentarem as "novas" dificuldades do dia a dia nas empresas.
Adriana Dourado - [email protected]
A pandemia trouxe a necessidade de alinhar novos conceitos, onde a segurança e a saúde do meu cliente, e dos meus colaboradores estejam em primeiro lugar. Esse novo olhar traz à tona projetos construtivos eficientes e eficazes, com protocolos adequados a nova realidade. Parabéns pela matéria.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Aproveite para compartilhar conosco o que achou do teor deste conteúdo. Nossa equipe e o mercado querem ouvir a sua opinião. Vamos lá?

Faça uma busca

Acontece

Sugestão da redação

Mundo Facility

ESTAMOS DE VOLTA!

Segurança, conforto e muito conteúdo! INFRA FM Indústrias e Galpões 2020 marca a volta dos nossos eventos presenciais

Mundo Facility

Hospital Matarazzo passa por transformação e vira complexo de alto padrão

Empreendimento abrigará o sofisticado hotel palácio Rosewood São Paulo

Mundo Facility

Medidor de temperatura e álcool gel automatizado

[Vitrine Facilities] Sistema acompanha tapete 100% em polímero com bandeja higienizadora

Matérias líderes de audiência

Mundo Facility

ESTAMOS DE VOLTA!

Segurança, conforto e muito conteúdo! INFRA FM Indústrias e Galpões 2020 marca a volta dos nossos eventos presenciais

Mundo Facility

Hospital Matarazzo passa por transformação e vira complexo de alto padrão

Empreendimento abrigará o sofisticado hotel palácio Rosewood São Paulo

Mundo Facility

Medidor de temperatura e álcool gel automatizado

[Vitrine Facilities] Sistema acompanha tapete 100% em polímero com bandeja higienizadora