Inadimplência acende alerta em condomínios

home > Índice de Mundo Facility > Conteúdo
 

Inadimplência acende alerta em condomínios

ABEEL divulga cartilha para apoiar gestores prediais

As consequências econômicas da pandemia do novo coronavírus começam a impactar diretamente os condomínios prejudicando a receita das administradoras. Diversas regiões do país como o Rio de Janeiro, Baixada Santista e Porto Alegre já registram aumento de inadimplência no pagamento da taxa mensal de condomínio. A dificuldade financeira é ainda mais preocupante neste momento em que, com o isolamento social para o combate à Covid-19, os condomínios residenciais transformaram-se em escritórios funcionando 24 horas por dia, com moradores sempre em atividade, consumindo todos os serviços.

Atento a esse cenário, a Associação Brasileira das Empresas de Elevadores (ABEEL) lança uma cartilha direcionada aos condomínios para apoiar síndicos e gestores com orientações relacionadas à inadimplência. A cartilha traz uma série de sugestões para a gestão, especialmente nesse momento de incerteza econômica. Segundo a entidade, as receitas equilibradas são imprescindíveis também para manter em dia a manutenção dos elevadores que atendem aos moradores e precisam estar sempre com a revisão em dia para evitar transtornos e acidentes.

"São Paulo tem mais de 70 mil elevadores que transportam 25 milhões de passageiros diariamente. Uma lei municipal obriga a manutenção mensal. "Com parte da população em casa, elevadores passam a ser um equipamento ainda mais imprescindível. Mais do que nunca as condições de funcionamento tem de ser as melhores", alerta o Presidente da ABEEL, Marcelo Braga.

"Acompanhar de perto o fluxo de caixa do condomínio, e fazer uma análise financeira criteriosa dos centros de custos, tendo como base a previsão orçamentária e se certificar de que o caixa está sob controle na pandemia  é uma tarefa árdua", destaca ele.

Confira alguns tópicos da cartilha:

- Plantão de pagamento. Criar um plantão possibilita conversar, ouvir e conversar com os inadimplentes;

- Facilite o pagamento. Crie soluções bancárias simples que possam ajudar no recebimento;

- Envolva e conscientize os moradores. Fomentar o entendimento de todos os moradores no que se refere ao setor financeiro, mostrar  como o dinheiro das taxas pagas é utilizado e a razão de ser tão importante manter as contas em dia, é fundamental;

- Agilize as cobranças. A administradora deve agir com rapidez, logo após o vencimento do boleto, enviando uma carta amigável;

- Primeiro passo do inadimplente. O inadimplente deve avisar o síndico e a administradora de condomínio sobre a sua situação o mais rápido possível. Assim mostra ao condomínio que pretende quitar o que está em dívida, além de não pegar o condomínio de surpresa;

- Punições aos inadimplentes. Com o Novo Código de Processo Civil, as cobranças estão mais rígidas. Hoje, um processo de execução deve demorar no máximo um ano e meio, quando não é resolvido nos 30 primeiros dias;

- Negociações, descontos. Cuidados com descontos para evitar que o síndico possa ser responsabilizado;

- Regras nas assembleias. Participação do inadimplente em assembleias.

ACESSE AQUI A CARTILHA NA ÍNTEGRA.

Foto: Divulgação

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Aproveite para compartilhar conosco o que achou do teor deste conteúdo. Nossa equipe e o mercado querem ouvir a sua opinião. Vamos lá?

Faça uma busca

Acontece

Sugestão da redação

A gestão de shopping centers como investimento promissor

Entenda como Mia Stark, CEO da Gazit Brasil, foi capaz de transformar um negócio desacreditado em bem-sucedido, conquistando o título de empresa unicórnio

Entre Nós

Deixar este editorial diferente pela primeira vez, em 21 anos...

O sabor da inovação no food service

Com aproximadamente 4 anos de existência, mercado de Food Service investe em cozinhas coletivas e restaurantes virtuais para expansão dos serviços de delivery de comida

Estudo Global de Tendências de Talentos 2020

Mercer identifica quatro tendências para as empresas "vencerem com empatia" num ambiente de mudanças rápidas na forma como trabalhamos

Matérias líderes de audiência

A gestão de shopping centers como investimento promissor

Entenda como Mia Stark, CEO da Gazit Brasil, foi capaz de transformar um negócio desacreditado em bem-sucedido, conquistando o título de empresa unicórnio

Entre Nós

Deixar este editorial diferente pela primeira vez, em 21 anos...

O sabor da inovação no food service

Com aproximadamente 4 anos de existência, mercado de Food Service investe em cozinhas coletivas e restaurantes virtuais para expansão dos serviços de delivery de comida

Estudo Global de Tendências de Talentos 2020

Mercer identifica quatro tendências para as empresas "vencerem com empatia" num ambiente de mudanças rápidas na forma como trabalhamos