Distribuição de energia a partir de no-breaks em centro de inovação da Microsoft

home > Índice de Mundo Facility > Conteúdo
 

Distribuição de energia a partir de no-breaks em centro de inovação da Microsoft

Eaton Energy Aware permite interação com a rede elétrica

Trabalhando no Microsoft Innovation Center em Boydton, Virgínia (EUA), a Microsoft e a Eaton aproveitaram os recursos de armazenamento de energia de um no-break (fonte de alimentação ininterrupta) alimentado por bateria de íon de lítio para servir como recurso de energia distribuída para operadores de rede.

A Eaton adicionou um sistema de algoritmos e controles de software a um no-break Power Xpert 9395, para permitir a interação com a rede elétrica. Atendendo a essa função, o no-break pode fornecer e receber energia da rede para otimizar as contas de serviços públicos e ajudar nas iniciativas de regulação de freqüência, criando um fluxo de receita adicional às operadoras.

Para os operadores de data center, o no-break há muito tempo representa uma proteção crítica contra anomalias de energia potencialmente prejudiciais, além de um backup vital da bateria para garantir a continuidade dos negócios durante uma falta de energia inesperada. No entanto, graças à nova tecnologia, os no-breaks de data center agora têm a capacidade de obter um benefício duplo, se convertendo também em um ativo de geração de valor.

A maioria dos data centers em larga escala implantou bancos de bateria substanciais para fornecer backup adequado no caso de um blecaute. No entanto, a realidade é que essas baterias permanecem sem uso na grande maioria das vezes, porque a falta de energia ocorre com pouca frequência. Agora essa energia pode ser aproveitada.

Foi a adoção de baterias de íon de lítio - que oferecem uma vida útil mais longa e oito vezes a taxa de ciclo das baterias VRLA tradicionais - que criou o potencial para essa evolução do no-break tradicional. Embora o data center mantenha o controle de sua energia - escolhendo quanta capacidade oferecer e quando - ele tem a capacidade de converter o backup de energia tradicional em um dispositivo de armazenamento de energia, oferecendo uma série de benefícios para os operadores que buscam reduzir as contas de energia e otimizar o consumo.

Isso é especialmente valioso, considerando que os custos de energia continuam disparando; de fato, a energia é classificada como o segundo maior custo operacional em 70% dos data centers mundiais, superado apenas pela mão-de-obra, de acordo com o Gartner. Além disso, um data center de 1 MW consumirá 160M kW de energia por um período de 10 anos, equivalente à quantidade consumida por 1.400 residências americanas típicas no mesmo período.

A tecnologia da Eaton foi recentemente posta à prova nessa parceria para encontrar uma maneira de colocar os ativos da Microsoft em funcionamento o tempo todo. O sistema da Eaton permitiu que o no-break rastreie os sinais de regulação de frequência e responda rapidamente, carregando ou descarregando a bateria para equilibrar a rede.

As implicações do no-break EnergyAware são significativas, tanto para a rede quanto para os operadores de data center. A tecnologia pode ser utilizada para reduzir a demanda e contribuir para as metas de energia limpa. Os clientes podem usar um ativo existente para criar um novo fluxo de receita e reduzir os custos de energia, enquanto ainda fornecem uma solução de backup vital.

De fato, a tecnologia EnergyAware poderia finalmente ser fundamental na reformulação do setor geral de geração de energia. Como explicou Sean James, Diretor de Pesquisa de Energia da Microsoft: "No futuro, você não terá um data center ou uma usina. É algo no meio. Um data center, por exemplo".

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Envie os nossos conteúdos por e-mail. Utilize o formulário abaixo e compartilhe os link deste conteúdo com outros profissionais. Aproveite e escreve uma mensagem bacana.

Aproveite para compartilhar conosco o que achou do teor deste conteúdo. Nossa equipe e o mercado querem ouvir a sua opinião. Vamos lá?

Faça uma busca

Acontece

Sugestão da redação

A gestão de shopping centers como investimento promissor

Entenda como Mia Stark, CEO da Gazit Brasil, foi capaz de transformar um negócio desacreditado em bem-sucedido, conquistando o título de empresa unicórnio

Entre Nós

Deixar este editorial diferente pela primeira vez, em 21 anos...

O sabor da inovação no food service

Com aproximadamente 4 anos de existência, mercado de Food Service investe em cozinhas coletivas e restaurantes virtuais para expansão dos serviços de delivery de comida

Estudo Global de Tendências de Talentos 2020

Mercer identifica quatro tendências para as empresas "vencerem com empatia" num ambiente de mudanças rápidas na forma como trabalhamos

Matérias líderes de audiência

A gestão de shopping centers como investimento promissor

Entenda como Mia Stark, CEO da Gazit Brasil, foi capaz de transformar um negócio desacreditado em bem-sucedido, conquistando o título de empresa unicórnio

Entre Nós

Deixar este editorial diferente pela primeira vez, em 21 anos...

O sabor da inovação no food service

Com aproximadamente 4 anos de existência, mercado de Food Service investe em cozinhas coletivas e restaurantes virtuais para expansão dos serviços de delivery de comida

Estudo Global de Tendências de Talentos 2020

Mercer identifica quatro tendências para as empresas "vencerem com empatia" num ambiente de mudanças rápidas na forma como trabalhamos